Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Limpeza das praias do Nordeste: tudo o que fazemos ao alcance de um clique

25.Nov.2019

Usamos a tecnologia para concentrar informações, números e indicadores de todas as frentes de trabalho em uma só tela.

Nossa contribuição para a limpeza do óleo nas praias do Nordeste é uma megaoperação. Já coletamos mais de 500 toneladas de resíduos e fizemos mais de duas mil vistorias para checar se há presença de óleo em praias dos nove estados mais afetados do litoral brasileiro, do Maranhão à Bahia. Para termos uma ideal geral de tudo o que acontece e combinar os próximos passos, usamos um sistema que concentra informações de tudo o que fazemos, desde quantas pessoas estão dedicadas à missão até os locais por onde passamos, com direito a registro fotográfico de cada vistoria.

Quem está envolvido com a operação só tem que passar o olho em uma espécie de painel de controle para ter rápido acesso a informações, números e indicadores de uma forma visualmente atrativa e fácil de consultar, sem necessidade de entrar em mais de um sistema. Todas as atividades estão em uma só tela: ações que realizamos em campo e onde nossas embarcações ou aeronaves atuaram, com atualização dos mapas, gráficos e relatórios em tempo real.

Painel COP_25/11/2019

*Dados da manhã do dia 25/11/2019

E se quisermos ver a evolução da presença de óleo em uma determinada praia? Também é possível: só temos que filtrar as informações por região geográfica. Assim conseguimos visualizar no mapa onde estivemos presentes e o que verificamos em cada vistoria, de forma cronológica.

Evolução da vistoria nas praias

 

Essa integração dos dados em um só lugar permite que a nossa equipe de resposta à emergência – desde o comandante de toda a operação até quem está lá na praia, na frente de trabalho - possa ter rapidamente uma visão do todo e assim decidir da melhor forma as próximas ações. Como estamos nessa missão ao lado de instituições governamentais e não governamentais, como a Marinha do Brasil e o Ibama, compartilhamos esse material para que juntos façamos o que deve ser feito.

Postado em: [Sociedade e Meio Ambiente]