Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

Saiba como conseguimos viabilizar o teletrabalho para mais de 20 mil colaboradores, com recursos de TIC

14.set.2020

Processo de transformação digital iniciado em 2019 tornou possível a operação remota dos nossos times administrativos em todo o país

Homeoffice.jpg

O contexto vivido nos últimos meses fez com que empresas de todos os portes e segmentos tivessem de organizar rapidamente uma estrutura que possibilitasse a seus funcionários trabalhar em home office. Com a Petrobras, não poderia ser diferente. Mesmo sem ter uma cultura de home office 100% implementada anteriormente, conseguimos criar rapidamente as condições necessárias para que grande parte dos colaboradores pudessem trabalhar a partir de suas casas.

Já tínhamos iniciado uma jornada de transformação digital que envolveu a implantação do Microsoft Office 365 – e do hub de colaboração Teams. Frente aos desafios decorrentes da pandemia de Covid-19, foi justamente a maturidade dos times no uso dessas ferramentas que fez com que a nossa liderança tivesse a confiança na hora de estruturar o teletrabalho.

Com o início do isolamento social, praticamente todas as equipes administrativas passaram de imediato a atuar à distância. Um grande desafio neste período foi o de desenvolver o dia a dia remoto em larga escala – uma vez que teve um crescimento exponencial no número de pessoas atuando remotamente - e, ainda, estruturar as tecnologias de acordo com a necessidade de acesso de cada equipe. Entretanto, o maior desafio que enfrentamos foi a mudança cultural imposta pela aceleração da transformação das formas de se trabalhar.

— A pandemia nos motivou a quebrar paradigmas e realizar em três meses mudanças que poderiam levar anos — comentou Nicolás Simone, diretor de Transformação Digital e Inovação, reforçando a dedicação de todos os profissionais envolvidos nesse processo, que, segundo o Nicolas, “não pouparam esforços para que conseguíssemos implementar o teletrabalho com a agilidade e a eficiência necessárias”:

— Missão dada é missão cumprida — garantiu.

Em todo esse processo, a utilização da nuvem teve um papel de facilitador, tanto na comunicação, quanto no acesso à rede por meio de terminais virtuais armazenados na plataforma de nuvem Azure, da Microsoft.


Foram distribuídas cerca de 25 mil conexões VPN, 16 mil acessos a terminais virtuais por meio da nuvem e 7 mil notebooks (além dos 31 mil que já haviam sido disponibilizados). São mais de 60 mil colaboradores com acesso remoto ao Microsoft Teams atualmente, entre empregados próprios e terceirizados.

Com o Microsoft Teams, os profissionais conseguem realizar vídeo e áudio chamadas, interagir via chats, colaborar simultaneamente na criação e edição de arquivos em tempo real e disseminar conhecimento e informação da companhia por meio do Live Events, outro recurso disponível na ferramenta, que já contou com a participação de 17 mil empregados em um mesmo evento. A mesma plataforma também tem sido usada para comunicação com o mercado, por exemplo, nos resultados trimestrais, coletivas de impressa, webcast de apresentação de resultados, entre outros. Além disso, os funcionários podem utilizar diversas ferramentas como o Outlook, o Tarefas, o Planner, o Forms e o Streams, complementando o nosso ecossistema de colaboração.

— Durante as três primeiras semanas, realizamos uma série de mudanças em curto prazo para assegurar, também, a privacidade dos dados, atuando ininterruptamente 24 horas e tratando cerca de 65 ações de diferentes criticidades nas mais diversas áreas de operação e infraestrutura, de maneira que garantisse a segurança e eficiência do acesso remoto da força de trabalho. Mas, além disso, seguimos com projetos e iniciativas ainda em andamento para maximizar o uso das soluções de segurança existentes na plataforma Microsoft e também soluções de outros fornecedores já implantadas ou em implantação na Petrobras — ressalta Marcelo Carreras, gerente executivo de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.