Petrobras . Blog Fatos e Dados

home

Blog Fatos e Dados

home

TCU: carta ao Correio Braziliense

23.jul.2014

carta-correio-brasiliense.jpgLeia carta que enviamos ao Correio Braziliense sobre reportagem que trata de supostas irregularidades apontadas pelo TCU: 

Com relação à matéria “TCU aponta irregularidades” (21/07), a Petrobras reafirma que não há superfaturamento em suas obras. No Comperj, o maior valor atualmente previsto reflete, principalmente, adequações de escopo (incorporação como investimento das unidades de Geração de Vapor, Tratamento de Água e Efluentes e Geração de Hidrogênio que seriam originalmente implantadas por terceiros), aditivos contratuais decorrentes da necessidade de replanejamento das atividades de alguns contratos e reajustes contratuais.

Os pagamentos de seus compromissos com as contratadas para a obra cumpriram a legislação vigente e os prazos estabelecidos contratualmente. Aditivos, gerados para adequação dos contratos ao cronograma de entrega de equipamentos, foram celebrados de acordo com os procedimentos internos e a legislação aplicável. O primeiro conjunto de unidades do Comperj tem cerca de 73% das obras concluídas e previsão de entrada em operação em agosto de 2016. O investimento previsto para esta primeira etapa é de US$ 13,2 bilhões.

Com relação às obras da Refinaria Abreu e Lima, a Petrobras reafirma que não há superfaturamento ou sobrepreço. Desde 2008, a companhia vem esclarecendo ao TCU que há divergência metodológica na contabilização de itens que são específicos da construção de refinarias. O próprio tribunal reviu valores após os esclarecimentos. Ainda não há parecer conclusivo do TCU sobre o assunto.


 

Postado em: [Esclarecimentos]