Cabeçalho Conteúdo

logo

icon black search
Bacia de Campos: Principais Operações | Petrobras

Bacia de Campos

Plataforma semi-submersível P-18 (SS-44) operando no Campo de Marlim na Bacia de Campos.
Abrir Mapa

 A Bacia de Campos é a síntese da nossa jornada de inovação em águas profundas e ultraprofundas. Com mais de 40 anos de existência, ela não só lançou para o mundo as mais modernas tecnologias offshore, como também vem se renovando a cada dia com novos projetos e novas frentes produção.

Laboratório em escala real para o desenvolvimento de tecnologias que mudaram os rumos da indústria mundial de petróleo e gás, a Bacia de Campos foi o celeiro de inovações que nos projetaram internacionalmente como líderes em exploração e produção em águas profundas e ultraprofundas.

Graças à evolução ali experimentada, expandimos nossa produção offshore, desenvolvemos soluções inéditas com o nosso DNA tecnológico e acumulamos conhecimento suficiente para avançarmos em direção a águas cada vez mais profundas até chegarmos à descoberta do pré-sal.

Gigante em águas profundas

Se hoje o Brasil figura no seleto grupo dos maiores produtores de petróleo e gás offshore, devemos muito à Bacia de Campos. Os números impressionam. Do primeiro óleo aos dias de hoje, foram nada menos que 14 bilhões de barris de óleo e gás (boe) acumulados. A região responde atualmente por cerca de 30% de toda a produção nacional e ainda há muito potencial a desenvolver.

Nela, a Petrobras montou uma verdadeira cidade flutuante, que se traduz em um dos maiores complexos petrolíferos em águas profundas da indústria. Com 25 unidades em produção, essa bacia ocupa uma área que vai do Espírito Santo, na altura de Vitória, até Arraial do Cabo, no litoral norte do Rio de Janeiro.

São cerca de 280 poços produtores em operação, aproximadamente 7 mil colaboradores trabalhando nas mais diversas frentes de atuação e 25 plataformas marítimas em operação – que produzem tanto no pós-sal quanto no pré-sal. Um autêntico complexo petrolífero em alto-mar – cuja vida produtiva está longe de terminar.

Conheça as plataformas de produção

Plataforma

 Campo

 

Tipo

Plataforma Cidade de Niterói (FPNIT)

Marlim Leste

 

Flutuante

P-09

Corvina

  Semissubmersível

Petrobras XVIII (SS44) (P-18)

Marlim

 

Semissubmersível

Petrobras XIX (P-19)

Marlim

 

Semissubmersível

Petrobras XX (SS33) (P-20)

Marlim

 

Semissubmersível

P-25

Albacora

 

Semissubmersível

Petrobras XXVI (P-26)

Marlim

 

Semissubmersível

P-31

Albacora

 

Flutuante

P-32 Viola  

Flutuante

Petrobras XXXIII (P-33)

Marlim

 

Flutuante

Petrobras XXXV (P-35)

Marlim

 

Flutuante

Petrobras XXXVII (P-37)

Marlim

 

Flutuante

P-38

Marlin Sul   Flutuante

Petrobras XL (P-40)

Marlim Sul

 

Semissubmersível

Petrobras XLIII (P-43)

Caratinga, Barracuda

 

Flutuante

P-47 Viola  

Flutuante

Petrobras XLVIII (P-48)

Caratinga, Barracuda

 

Flutuante

P-50

Albacora Leste

 

Flutuante

Petrobras LI (P-51)

Marlim Sul

 

Semissubmersível

P-52

Roncador

 

Flutuante

Petrobras LIII (P-53)

Marlim Leste

 

Flutuante

P-54

Roncador

 

Flutuante

P-55

Roncador   Flutuante  

Petrobras LVI (P-56)

Marlim Sul

 

Semissubmersível

Plataforma de Cherne-1 (PCH-1)

Anequim, Bagre, Cherne, Parati

 

Fixa

Plataforma de Cherne-2 (PCH-2)

Congro, Cherne, Malhado

 

Fixa

Plataforma de Garoupa (PGP-1)

Garoupa, Garoupinha, Viola

 

Fixa

Plataforma de Namorado-1 (PNA-1)

Congro, Namorado

 

Fixa

Plataforma de Namorado-2 (PNA-2)

Namorado

 

Fixa

FPSO P-63

Papa-Terra

 

Flutuante

FPSO P-58

Jubarte e Baleia Anã   Flutuante

FPSO P-62

Roncador   FlutuMaante

Plataforma P-61

Papa-Terra   TLWP

Capixaba

Jubarte   Flutuante

Cidade de Anchieta 

Jubarte    Flutuante

FPSO P-57 

Jubarte   Flutuante
FPSO Cidade de Vitória

Golfinho

  Flutuante
FSO Cidade de Macaé

Marlim Leste

  Flutuante

FPCGZ

Tartaruga Verde, Tartaruga Verde Sudoeste   Flutuante